Diferentes tipos de hospedagem na web

Você precisa de um lugar para hospedar seu site ou blog. Mas talvez você esteja confuso ou confusa com os diferentes tipos de hospedagem web que existem por aí?

Então você veio ao lugar certo.

Para ajudá-lo com isso, este post lhe dará informações sobre o que é hospedagem na web e quais tipos de hospedagem estão disponíveis.

Depois disso, vamos discutir:

  • os diferentes tipos de hospedagem na web em detalhes;
  • como eles funcionam;
  • os prós e os contras;
  • e para quem são mais adequados.

Pronto? Então vamos começar.

O que é uma hospedagem web?

Primeiro, vamos esclarecer o que é uma hospedagem web.

Na verdade é bem simples. Quando você visualiza um site em um navegador, você pode fazê-lo porque o navegador baixou vários arquivos com código e converteu a marcação em algo que você realmente pode ver.

Assim como no seu computador, esses arquivos foram armazenados em algum lugar para que você possa acessá-los. No entanto, em vez de estarem armazenados em seu disco rígido, eles estão em outro computador, chamado servidor.

Os servidores são mais poderosos do que o seu laptop (para que possam gerenciar muitas pessoas que acessam o site ao mesmo tempo). No entanto, ele é composto das mesmas coisas: como uma CPU, memória e outros componentes. O servidor ainda tem um sistema operacional, geralmente baseado em Linux.

A empresa proprietária do servidor aluga-o aos donos de sites ou blogs. A empresa também fornece alguns outros serviços como, por exemplo, gerenciamento de servidor, suporte, verificação de malware, backups e assim por diante.

O processo de fornecer essa infraestrutura para outras pessoas é chamado de hospedagem na web. A empresa que faz isso é chamada de provedor de hospedagem.

Tudo claro até agora? Legal, então vamos mergulhar em mais detalhes.

Que tipos de hospedagem web existem por aí?

Primeiro de tudo, a maioria das empresas de servidores de hospedagem oferece vários pacotes de serviços que podem ser muito diferentes em termos de preço e os serviços que você recebe.

No entanto, uma das primeiras e mais básicas decisões que você deve tomar é decidir por um dos diferentes tipos de hospedagem.

Embora existam diferentes maneiras de distinguir as ofertas de hospedagem (recursos, nível de gerenciamento etc), o fundamental é observar a tecnologia usada pelo servidor.

Isso faz sentido porque, como você verá abaixo, essa parte também determina muitos outros fatores, como desempenho, segurança, escalabilidade e nível de esforço de sua parte.

Em vez de olhar para as empresas e os preços em primeiro lugar, é melhor você se concentrar primeiro em descobrir qual dos diferentes tipos de hospedagem é o tipo certo para você.

Depois disso, você pode ver o que está disponível.

A seguir, examinaremos de perto quatro dos tipos mais comuns de hospedagem:

  • compartilhada
  • VPS
  • dedicada
  • e hospedagem na nuvem.
tipos de hospedagem web
Tipos de hospedagem web

Então você poderá tomar a decisão por si mesmo.

1. Hospedagem Compartilhada – Melhor para Iniciantes

O tipo de hospedagem web compartilhada é exatamente o que parece. Com uma conta de hospedagem compartilhada, seu site está localizado no mesmo servidor que um monte de outros sites.

Quantos? Isso realmente depende da configuração e do provedor de hospedagem. No entanto, não é incomum que o mesmo servidor seja compartilhado por centenas e até milhares de outros sites.

Prós

A maior vantagem dessa opção é que você também compartilha o custo do servidor com muitas pessoas.

Se a empresa de hospedagem puder colocar várias centenas ou milhares de clientes em um único servidor, isso permitirá que distribuam o custo operacional entre muitas pessoas.

É também por isso que a hospedagem compartilhada é a mais acessível. Você pode contratar por preços tão baratos quanto R$3,90 por mês.

Mas, em média, os valores giram em torno de R$19,00 por mês. Ótimo para pessoas com fundos limitados e aquelas que estão apenas começando.

Afora isso, com uma conta de hospedagem compartilhada você geralmente não precisa se preocupar com as configurações do servidor. Há muito pouco para configurar. Isso permite que você possa se concentrar completamente na construção do seu site.

Contras

Compartilhar o servidor com muitas partes, no entanto, também é a maior desvantagem desse tpo de hospedagem.

Como mencionado, um servidor é um computador com recursos como espaço em disco rígido, velocidade da CPU e RAM. Esses recursos são finitos. Assim como o seu laptop fica lento quando você executa muitos programas ao mesmo tempo, o mesmo acontece com os servidores web quando eles têm muito o que fazer.

Como todos os sites em um host compartilhado exigem os recursos do servidor, você pode ter problemas se um deles estiver sobrecarregando todo o poder de processamento por meio de um aumento de tráfego ou de um código defeituoso.

Isso faz com que todos os demais sites passem a competir pelo resto, levando a um tempo de inatividade (o que significa que seu site não estará acessível) ou a uma velocidade de carregamento reduzida.

É um fenômeno chamado de “efeito de má vizinhança” e um dos principais motivos da hospedagem compartilhada ser considerada o tipo mais problemático de hospedagem web.

Embora muitas empresas de hospedagem tentem evitar este cenário, é um risco que você corre ao contratar este serviço. Afinal, se cada cliente está pagando, digamos, R$5,00 por mês, vale a pena a empresa gastar horas de suporte para um único cliente? Na verdade não.

Para quem é esse tipo de hospedagem web?

Então, a hospedagem compartilhada é sempre uma boa ideia? Sim!

Pode ser ótima para:

  • sites que não recebem muito tráfego (ainda)
  • sites estáticos
  • sites de desenvolvimento e de teste
  • sites pessoais
  • ou outros sites onde o tempo de atividade não é um grande problema.

A hospedagem compartilhada também é uma ótima opção se você estiver com um orçamento muito apertado.

A compartilhada permite que pequenas empresas tenham uma presença na web, mesmo que não estejam na melhor posição orçamentária.

Alguns das empresas mais conhecidas nesse segmento são:

  • Bluehost
  • Hostgator

2. Hospedagem VPS – Hospedagem compartilhada de nível

VPS significa Virtual Private Server. Está entre os mais bem equilibrados entre os diferentes tipos de hospedagem web. Um servidor VPS ainda é um ambiente compartilhado, mas a maneira como ele é configurado é muito diferente.

Embora todos os sites em um VPS compartilhem um servidor físico, ele hospeda várias máquinas virtuais separadas. Isso faz com que seja um meio termo entre a hospedagem compartilhada e ter seu próprio servidor dedicado.

Prós

O VPS é muito mais confiável e estável do que a hospedagem compartilhada.

Primeiro de tudo, geralmente é limitado a 10-20 sites por servidor. Isso diminui a demanda do servidor em si.

No entanto, a melhoria real é que todos os recursos são divididos uniformemente e nenhum site pode exceder seu lote. Depois de atingir o limite do que é atribuído a você, seu site pode ficar inativo, mas os outros permanecerão estáveis.

Isto é conseguido através de máquinas virtuais que criam uma separação dentro do servidor. Essa adição simples atenua a maior parte do efeito de uma má vizinhança.

Outro grande benefício dos servidores VPS é que eles fornecem mais flexibilidade e permitem que você personalize seu ambiente. Em hosts compartilhados, isso não é possível, pois isso também alteraria a configuração de todos os outros. Como sua conta está contida em uma máquina virtual, você pode fazer alterações sem afetar outras pessoas.

Por último, o VPS é escalável. Como você está executando uma máquina virtual que utiliza uma porcentagem dos recursos disponíveis no servidor, aumentar o que está disponível para você não será problema. Esse é um grande conforto para os empresários que esperam que seus sites cresçam e prosperem.

Contras

Não há muitas desvantagens para esse tipo de hospedagem.

O mais importante, claro, é que esse tipo custa mais do que a hospedagem compartilhada. Então, se você tem um orçamento apertado, precisa encontrar uma solução que funcione para você monetariamente.

No entanto, enquanto a média de um VPS custa cerca de R$100,00 / mês (e pode escalar até US R$300,00), é possível obter um VPS de cerca de R$59,00 / mês.

Além disso, uma vez que você atingiu os escalões superiores deste tipo de hospedagem, provavelmente você já estará ganhando dinheiro suficiente para cobrir facilmente os custos.

Uma segunda coisa sobre a hospedagem VPS é que como este tipo de hospedagem exige e possibilita mais configuração, isso também exige mais responsabilidade e conhecimento técnico. Se você não sabe o que está fazendo, é possível remover arquivos ou softwares cruciais sem saber. Então, para realmente tirar vantagem disso, você precisa saber gerenciar o site ou contratar um especialista.

Para quem é esse tipo de hospedagem?

Se você tem dinheiro, recomendo que você atualize para o VPS o mais rápido possível.

Embora seja mais caro, até mesmo o nível mais baixo de VPS geralmente é muito melhor do que qualquer solução de hospedagem compartilhada.

O mais tardar, quando você começar a receber quantidades decentes de tráfego, você deve fazer a mudança. No entanto, verifique os detalhes do que você está contratando (taxas de instalação, potência da CPU, memória, espaço de armazenamento, largura de banda etc) para saber se é o que você precisa.

Algumas soluções VPS conhecidas e respeitadas são:

  • inMotion Hosting
  • Dreamhost.

3. Hospedagem Dedicada – Para sites maiores

Como o nome já sugere, um servidor dedicado significa simplesmente isso: você tem um servidor só para você.

Isso traz uma série de benefícios, mas também vem com algumas desvantagens.

Prós

Em primeiro lugar, uma das principais vantagens da hospedagem dedicada é que ela não apresenta o problema da má vizinhança, simplesmente porque não há nenhum vizinho.

Nenhum outro site poderá “roubar” seus recursos de hospedagem, ou representar um risco de segurança ou causar outros problemas. Isso o diferencia dos diferentes tipos de hospedagem que discutimos anteriormente.

Além disso, como você obtém um computador único, muitas empresas de hospedagem permitem que você o personalize amplamente. Você pode escolher o sistema operacional, a quantidade e o tipo de memória e outros elementos de hardware. Isso lhe dá muita flexibilidade.

Contras

Claro, esse tipo de configuração vem com um custo.

Alugar um servidor dedicado não é barato. Os preços começam em R$500,00 / mês e vão até R$1350,00 / mês ou mais.

No entanto, no momento em que o site de sua empresa precisar de um servidor dedicado, você provavelmente deverá ser capaz de arcar com os custos.

Além disso, você realmente precisará conhecer um pouco sobre computadores e tecnologia de servidores. Embora existam soluções de hospedagem dedicada gerenciada, você ainda precisará fazer muita coisa por conta própria.

No lado extremo, você poderia obter um serviço completamente não-gerenciado onde precisaria instalar o sistema operacional sozinho, sem falar em todas as ferramentas necessárias para executar um servidor web, fornecer verificação de segurança, remoção de malware e assim por diante.

Como alternativa, você também pode contratar um administrador do servidor. No entanto, isso traz custos adicionais.

Além disso, com um servidor dedicado, você coloca todos os ovos na mesma cesta. Se o seu hardware falhar, seu site está fora do ar. Em outros tipos, outros módulos podem assumir o controle em caso de falha ou ser substituídos automaticamente. Com servidores dedicados, especialmente se você os estiver monitorando, isso pode levar mais tempo.

Para quem?

Alguém ainda precisa de uma hospedagem dedicada? Isso é discutível.

No mundo de hoje com o VPS na nuvem, a necessidade de ter seu próprio servidor está diminuindo. Claro, este tipo pode ser mais vantajoso do que um VPS tradicional. No entanto, em termos de escalabilidade, não chega nem perto de qualquer coisa que um sistema baseado em nuvem possa fornecer.

Afora isso, um VPS de alta tecnologia pode ser muito mais barato do que um servidor dedicado de baixa performance (e também muito mais poderoso).

Não se iluda pensando que o dedicado é uma opção mais avançada só porque você é a única pessoa no servidor. Olhe para os recursos disponíveis, pois isso é o que realmente importa.

Assim, entre os diferentes tipos de hospedagem discutidos aqui, este é o menos provável para você precisar. As únicas duas vezes que eu diria que você deve contratar um servidor dedicado é se você tem necessidades altamente especializadas em termos de hardware ou se deseja ter muito mais controle sobre a privacidade de seus dados.

Talvez você goste de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *